quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Arquitetura e Maçonaria em Paraty/RJ

Acredito que você viu o filme "O Código Da Vinci" e deve estar lembrado da Sequência de Fibonacci. Ou seja, 1,1,2,3,5,8,13,21,34,55,.... A soma dos dois anteriores dá o posterior (1+1=2) ou (2+1=3) e assim, sucessivamente.
O quociente entre estes dois números tende, no infinito, para o quociente áureo perfeito, assim:
0+1=1...2/1=2
1+1=2...3/2=1,5
1+2=3...5/3=1,666666667
2+3=5...8/5=1,6
3+5=8...13/8=1,625
5+8=13...21/13=1,615384615
8+13=21...34/21=1,619047619
13+21=34...55/34=1,617647059
21+34=55...
E assim sucessivamente........tendendo no infinito para φ = Fib(∞) / Fib(∞-1) = 1,6180338.... (φ = PHI).

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

A Falácia dos Royalties do Petróleo

A previsão já era certa e se concretiza. Governo atual utiliza de desculpa esfarrapada da suposta queda de arrecadação dos royalties do petróleo para comprometer as próprias receitas futuras desta mesma fonte e deve utilizar de uma manobra financeira para gastar agora e como quiser estes recursos, inclusive com pessoal.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Queda dos Royalties de Petróleo é desculpa esfarrapada para operação de crédito

Polêmico projeto de lei n.º 040/2015 que autoriza o poder executivo a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil é aprovado pela Câmara e torna-se Lei. Trata-se da Lei n.º 2009/2015, já apelidada aqui de "Lei de Irresponsabilidade Fiscal - PIF".
A PIF em si autoriza uma operação de crédito de R$ 11 milhões junto ao PMAT. O PMAT, Programa do BNDES, direcionado especialmente para a Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos de Municípios, tem por objetivo apoiar projetos de investimento da Administração Pública voltados à modernização da administração tributária e à melhoria da qualidade do gasto público, a fim de proporcionar uma gestão eficiente, que gere aumento de receitas e/ou redução do custo unitário dos serviços prestados à coletividade.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL

O atual governo, após 28 meses e 21 dias e mesmo depois de bradar que havia "limpado" o nome da Prefeitura de Paraty, recebeu no último dia 21/05/2015 do Governo Federal a quantia de R$ 200 mil referente ao convênio de número 805122 que tem por objeto o estudo, análise, diagnóstico, capacitação, promoção, articulação, comunicação e mobilização social no município de Paraty, envolvendo servidores municipais, a população paratiense em geral e comunidades caiçaras, indígenas e quilombolas em particular, no âmbito da Politica Nacional de Atenção Integral a Saúde da Mulher (PNAISM). 

Clique aqui e confira você mesmo!!!

sábado, 7 de março de 2015

GOVERNO DA MUDANÇA: PRA PIOR!!!

A cada ano o TCE-RJ elabora um estudo socioeconômico dos municípios do Estado do Rio de Janeiro. Abaixo seguem as conclusões que os autores chegaram quando elaboraram os estudos para o município de Paraty nos anos de 2005 (referente ao ano de 2004) e 2013 (referente ao ano de 2012). Apenas a título de informação, sugiro uma análise comparativa sobre os resultados de ambos os anos dos estudos, ou seja, de 2004 e de 2012.
No 1º ano o Governo da Mudança não mostrou pra que veio. Nada mudou e é fácil entender porque já piorou.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Is that the joke?

Caro(a) eleitor(a),

CLICK AQUI
Veja os compromissos do Governo da Mudança para o Turismo e reflita acerca da sua realização:
  • Construir um centro de convenções e artes com estrutura necessária para abrigar eventos grandes e de qualidade, com foco no turismo empresarial.
  • Promover a sinalização turística no município.
  • Promover a qualificação de mão de obra focada no turismo.
  • Criar um centro turístico no cais, com administração voltada para o turismo náutico.
  • Diversificar o investimento em outras modalidades de turismo: ecológico, esportivo, náutico, rural, empresarial, etc.
  • Investir na realização de grandes festivais e eventos, principalmente na baixa temporada.
  • Estruturar áreas turísticas.
  • Apoiar o turismo cultural de base comunitária.


Escassez de Royalties ainda NÃO será a melhor desculpa


Paraty recebeu em 2011 e 2012, respectivamente, a quantia de R$ 59.222.604,66 e R$ 81.556.504,14 de ROYALTIES DO PETRÓLEO. Ou seja, R$ 140.779.108,80.  
Já nos dois primeiros anos do Governo da Mudança, Paraty recebeu R$ 168.069.746,76. Sendo R$ 78.278.552,13 em 2013 e R$ 89.791.194,63 em 2014. Mesmo o Congresso Nacional tendo rejeitado o Veto Parcial nº 38/12, aposto ao Projeto de Lei do Senado n.º 448/11, que mudaria a partilha dos royalties da exploração do petróleo, o ganho de Paraty em 2013 e 2014 juntos foi de "apenas" 19%.